♣ Ameaça de bomba

Francisco Pinheiro era vereador pelo PTB em Juiz de Fora (MG) nos anos 60.

Amigo do presidente João Goulart, deposto no golpe de 64, o nome do vereador apareceu na primeira lista de cassação do regime militar.

Numa noite, sua casa foi invadida pela polícia. Nervoso, Pinheiro começou a passar mal.

Parecia que o vereador estava com dificuldade para respirar.

Os policiais,  no entanto, continuaram a vasculhar sua casa na tentativa de achar documentos que pudessem comprometê-lo.

De repente, o vereador começou a gritar, olhando a sua mulher:

 – A bomba, a bomba!

Os policiais deram um pulo.

Alvoraçados, ameaçaram o vereador com revolveres.

Só se acalmaram quando o vereador conseguiu explicar:

 – A bomba de ar, a bomba de ar. Eu sou asmático!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s