De volta, Jarbas pede ‘respeito’ a Dilma e critica Lula

Em seu primeiro discurso no Senado depois da derrota na disputa pelo governo de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos (PMDB) reabriu a caixa de ferramentas.

Desejou sorte a Dilma Rousseff. Mas anunciou que, nos próximos quatro anos, fará ao governo dela a mesma oposição que fez à gestão Lula.

Num discurso apinhado de ataques a Lula, o senador sugeriu Dilma que mantenha com a oposição uma “relação de respeito“.

Algo que Lula, a seu juízo, não fez. Ao contrário: “No início de seu segundo mandato, o presidente Lula fez uma encenação…”

“…Recebeu alguns integrantes da bancada de oposição, sinalizando a possibilidade de se estabelecer um diálogo civilizado…”

“…Mas, na primeira oportunidade, o presidente se dedicou ao trabalho de exterminar os parlamentares da oposição. Disse isso textualmente pelos palanques do Brasil…”

“…Lula agrediu a oposição e perseguiu seus líderes, como se vivêssemos em pleno regime autoritário”.

Jarbas conserva o timbre de dissidente a despeito de seu partido, o PMDB, estar agora representado na vice-presidência da República, por meio de Michel Temer.

Compartilhe

                  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: