‘Ajudante da Dilma’, Lula ‘inaugura’ hospital na Bahia

Em pleno usufruto de sua ex-presidência, Lula teve na Bahia uma agenda de quase-futuro-candidato à re-re-reeleição.

Na cidade de Feira de Santana, o ex-soberano protagonizou a pseudo-inauguração de um hospital dedicado ao tratamento de crianças.

A obra ficou pronta em 2010. Lula pretendia cortar a fita ainda como presidente. No dia da viagem, porém, uma tempestade impediu o pouso do helicóptero.

Acompanhado do governador petista Jaques Wagner, Lula trocou um dedo de prosa com os repórteres.

Instado a comentar sua nova condição, ele se autonomeou “ajudante da presidente Dilma”.

Repisando uma tecla que começou a pressionar na semana passada, declarou-se disposto a “andar pelo Brasil” e “voltar a conversar com o povo brasileiro”.

E Dilma precisa de ajuda? “Tenho plena convicção da competência dela e que vai fazer um extraordinário governo e naquilo que for necessário ajudar estarei ajudando”.

Mais cedo, Lula estivera em Santo Amaro da Purificação. Visitara dona Canô, 103, mãe de Caetano Veloso e Maria Bethânia.

Nesse primeiro estágio, negara-se a comentar a encrenca moral do Ministério dos Trasportes. Porém, o tema viajou com ele para Feira de Santana.

Perguntou-se a Lula o que achava da quantidade de exonerações –16, se for incluído na conta Luiz Antonio Pagot, o chefão do Dnit que está em férias.

E ele: “Pode chegar a cem, a um milhão, a dez milhões. O problema é o seguinte, eu dizia isso quando era presidente e tenho certeza que Dilma pensa igual:…”

“…Só existe uma forma de as pessoas não serem investigadas, não serem punidas. É as pessoas não cometerem erros…”

“…Se as pessoas agirem com honestidade, com decência, todo mundo poderá ser absolvido”.

Afora o fato de chamar de “erro” o que o Código Penal tipifica como crime, Lula esquivou-se de lembrar que o time de afastados foi escalado na gestão dele.

Sempre ciceroneado por Jaques Wagner, Lula fechou a agenda do dia em Salvador, num encontro fechado com o petismo baiano.

O vaivém do ex-soberano foi feito em helicópero bancado pelo contribuinte baiano. Nesta quinta (21), Lula vai “ajudar” Dilma em Pernambuco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: