Central sindical cobra Dilma para que atrele manutenção do emprego a desonerações

governo-dilma

aumenta nivel de desempregoA UGT (União Geral dos Trabalhadores) pediu nesta quinta-feira (28) à presidente Dilma Rousseff que o governo condicione as desonerações da folha de pagamento dos setores de comércio e serviços à manutenção de empregos.

De acordo com o presidente da UGT, Ricardo Patah, a presidente não apenas considerou a proposta “justa e pertinente” como prometeu encaminhá-la ao ministro Guido Mantega (Fazenda) para estudar como exigir que as empresas beneficiadas com a desoneração da folha de pagamento não demitam trabalhadores.

A UGT não apresentou, contudo, uma fórmula para a contrapartida das empresas que forem beneficiadas com as desonerações. Nem o governo garantiu que vai acatar o pleito da entidade e como condicionaria manutenção de empregos com a desoneração. “O importante é que o conceito foi aceito”, disse Patah.

Segundo ele, a presidente disse que a intenção é ampliar o máximo as desonerações. Contudo, ela mesmo disse que não é possível fazer tudo de uma vez.

Em discurso na reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), nesta quarta, Dilma pregou racionalidade na desoneração de tributos e indicou a possibilidade de expandir a medida.

“O que nós não conseguimos é fazer tudo de uma vez só. Não é razoável, provoca desequilíbrio”, disse a presidente na quarta.

Segundo cálculos da UGT, o comércio conta com 12 milhões de trabalhadores, sendo que 37% atua no mercado informal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: