Temer quer evitar que gravações atrapalhem projetos do governo

governo temer

Ele interrompeu feriado em SP e viajou para Brasília. Foco das atenções do presidente em exercício é o Congresso.

Temer viajou neste sábado (28) de São Paulo para a residência oficial dele, em Brasília.

O presidente em exercício, Michel Temer, interrompeu o feriado e voltou para Brasília no início da tarde.

Temer dedicou este sábado (28) a conversas por telefone com ministros para cuidar da agenda da terceira semana de governo que vai priorizar temas econômicos.

Os ministros do núcleo político estavam fora de Brasília. Na tarde deste sábado, Temer recebeu visita do advogado Gastão Alves de Toledo.

O foco é o Congresso. Michel Temer quer evitar que a primeira crise que se abateu sobre o governo dele, com a divulgação das gravações do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, paralise as votações.

O presidente em exercício avaliou com auxiliares que, como os diálogos se concentram em senadores e não em deputados, o ambiente na Câmara estará favorável. Ainda que esses senadores sejam da cúpula do PMDB e ele, Temer, também tenha sido citado nas gravações como tendo pedido apoio a Gabriel Chalita na campanha a prefeito de São Paulo em 2012, Temer nega que tenha feito isso.

Para o presidente em exercício, o importante é manter mobilizada a base de apoio que, na semana passada, aprovou a revisão da meta fiscal.

O governo vai tentar aprovar na próxima semana a proposta que desvincula as receitas da União. O projeto foi enviado pelo governo da presidente afastada Dilma Rousseff em 2015, mas não andou.

O relatório só foi apresentado na semana passada e deve começar a ser discutido na terça-feira (31).

Pela proposta, o percentual do Orçamento que o governo poderá gastar livremente aumentará de 20% para 30%. A regra valerá até 31 dezembro de 2019.

As negociações em torno da dívida com estados e municípios também vão ocupar espaço.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, vai se reunir com secretários estaduais de Fazenda para retomar as conversas sobre o assunto.

À noite o presidente em exercício, Michel Temer, recebeu no Palácio do Jaburu o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, e que também é presidente do Tribunal Superior Eleitoral.

As assessorias de Temer e de Gilmar Mendes ainda não informaram o motivo do encontro. Gilmar Mendes é o relator, no TSE, do processo que analisa as contas de campanha da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer.

Fonte.: Jornal Nacional

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s